quinta-feira, 9 de abril de 2009

Monstrinho, o aniversariante do mês

Conforme prometido, vou começar a apresentar meus bebês para vocês. O primeiro será o Monstrinho, pois no dia 19/abr ele fará seis anos! Não sei vocês, mas na minha casa a gente comemora o aniversário de acordo com a data em que eles chegaram. Ou seja, o Monstrinho já tem seis anos, mas a gente só vai comemorar no dia 19. E foi assim que ele chegou:

Já era tarde, acho que por volta da 1/2 noite, e o telefone tocou. Era da casa da minha avó materna avisando que ela estava passando mal. Pouco mais de um ano antes disso, minha avó tinha sofrido o primeiro derrame. Então minha mãe saiu para levá-la ao hospital. Depois soube que aquela seria a última vez... Subi à calçada com a minha mãe e vi um gatinho pretinho, todo serelepe, seguindo um cara descendo a rua. Não me lembro se comentamos alguma coisa, ou se fizemos um "ohn", e o cara se apressou em dizer que o gato não era dele, que só o estava seguindo. Pronto. Psi, psi, psi, vem cá, e eu o enfiei dentro de casa. Pior que ele ainda relutou, tanto que ralei meu dedo no muro para colocá-lo portão adentro. O primeiro de vários machucados. Minha mãe foi socorrer minha avó e eu fiquei em casa com o gatinho. Não me lembro como expliquei ao meu pai e ao meu irmão o fato de ir por dois minutos à rua e voltar com um gato, mas não deve ter sido nada complicado. Afinal, não são só as mocinhas da casa que adoram gatos =] Aí o gatinho foi se acostumando à minha casa e nada de chegarmos a uma definição para o nome do bichinho. Enquanto isso eu o chamava de Monstrinho, de brincadeira, pois o bichinho era feinho pra dedéu. Magrelinho, orelhudo, todo desproporcional como os filhotes costumam ser. E o pior é que pegou! Mas não foi por mal, é sério! Mas o mais legal é que hoje, às vésperas de completar seus seis aninhos, o Monstrinho é um gatão lindo, enorme, brilhante! E nosso amor por ele sempre foi o mesmo, mesmo quando ele era esquisitinho. E hoje o nome combina com a personalidade dele, pois o Monstrinho é daqueles que, se realmente não está a fim, morde, arranha, machuca mesmo! Rosna, briga, bate, discute, retruca, é um sarro! Mas quando está bonzinho é um dos mais bonzinhos! Bate a cabeça na nossa mão pedindo carinho, fica olhando com cara de apaixonado... Gatos! Tem coisa mais fofa? Não, não tem!


O Monstrinho chegou à minha família como fruto de uma adoção mal feita. Ele estava para adoção na clínica veterinária que cuida dos nossos bichinhos, e a recepcionista o entregou para a primeira que o pediu. Era uma vizinha minha muito "gente boa", tanto que uma vez pegou um cachorro da rua todo doente só porque era de raça, um cocker, e não cuidou nada dele, só o amarrou no quintal. Outro dia conto a história desse cocker. Quando uma das veterinária soube, foi atrás da mulher e a filha dela falou que o gato tinha fugido para a minha casa. Então a veterinária pensou: "se está com a Marlene, está tudo bem". Marlene é minha mãe, como vocês já devem ter imaginado.

Meta: aprender a fazer posts mais curtos.

14 comentários:

Claudinha disse...

Adorei o Monstrinho!
Quando o texto é gostoso, a gente lê tudo e diz: -Ah, já acabou?

Agora só faltam 11!!! kkkk
bjos

Nana disse...

Lindo o Monstrinho!!! parece minha Cristal
Estou te linkando lá no meu
Bjs

Louca dos Gatos disse...

que fofo. o mostrinhotem um carinha muito sexy. eu amei o nome dele e pela descriçao, deve ter personalidade como a do nicolau =)

Tânia (Marienkäfer Laden) disse...

O Monstrinho é de uma fofura monstro! Hahahaha. Carinha de "me faço de difícil".
Bjos!

Nice disse...

Mari (posso te chamar assim?), que delícia seu texto...você demorou pra criar esse blog, menina...Uma delícia. Fico feliz demais em poder ter mais uma blog amiga.
Um beijo cheio de carinho pra vc e pro monstrinho, que é uma coisa linda de viver,

Nice disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pepe disse...

Fantástico! E não concordo nada com a teoria dos posts mais curtos!! Escreve que nós lemos tudinho!!!!

Marradinhas cá de casa!!

Gata Lili disse...

Parabéns pelo seu blog. Já botei nos meus favoritos. E feliz Páscoa para você e seus gatinhos lindos.

Beatriz Levischi disse...

as pessoas descartam companheiros de uma vida inteira pelos motivos mais absurdos, marianne. monstrinho é um gato de sorte! :)

Rose disse...

Lindo Marianne! O Monstrinho é um preto básico tudo de bom. Acho que todos deviam ter um pretinho básico desse,hehe. Feliz Páscoa, bjs para vc e para os mientos.

MP disse...

Ebaaaaaaaaaa!!! Você tem blog!!! Amei e vou visitar sempre!!
E nada de fazer meta para fazer posts mais curtos, pode contar os detalhes das histórias de todos os seus babies!!!
mil beijos!

Claudio Olivio disse...

Legal saber um pouco mais da vida do Monstrinho, ele que já passou pelo blog do Joca, no especial sexta-feira 13. Tive um Gato, o Ivan, que também dava cabeçadas na mão da gente pra receber carinho, mas nem precisava: ele era tão gostosão que a gente em casa ficava o dia todo com ele no colo. E nada de postagens curtas! Pode escrever das grandes que a gente lê do mesmo jeito, hehe! Beijão!

patidiamante disse...

oi marianne! que delícia seu blog!!! o monstrinho é uma fofura!!! bjos pra vc...

Bigode disse...

Adorei o nome!
;-)